A sociedade atual mudou e as suas prioridades também. É cada mais vez digital, preocupa-se com temas como a sustentabilidade, procura estar informada sobre o que a rodeia e a literacia financeira é mais valorizada do que nunca. É uma sociedade que faz comparações entre instituições, pesquisa, olha para tabelas, procura por vantagens e examina o que lhe é mais conveniente. É isto que acontece, por exemplo, no momento de abrir uma conta bancária.  Especialmente quando se depara com as indesejáveis "comissões".

Este é um ponto relevante, uma vez que a existência ou não de comissão de manutenção de conta é cada vez mais vista como um aspeto importante na escolha de um banco para abrir conta. No entanto, e apesar da cobrança de comissão de manutenção de conta ser a regra atual do mercado, existem instituições bancárias que não cobram por este serviço, nomeadamente a Conta Mais Ordenado do Bankinter, que além de não cobrar comissões de manutenção de conta, oferece ainda a possibilidade de rentabilizar o saldo da mesma e receber uma remuneração.

Como aderir à Conta Mais Ordenado do Bankinter?

Para abrir uma conta já não precisa de ir para as filas de um balcão de um banco, uma vez que são cada vez mais as instituições a permitir abrir contas online. Para aderir à Conta Mais Ordenado do Bankinter e usufruir das suas vantagens, passa-se o mesmo. Basta ter acesso à Internet, efetuar o download da APP Bankinter Portugal no seu dispositivo móvel e selecionar a opção “Abrir Nova Conta”.

O que necessita para aderir à Conta Mais Ordenado do Bankinter online?

  • Fazer o download da App Bankinter;
  • Selecionar a opção “Abrir nova conta”;
  • Ser titular de Cartão de Cidadão válido;
  • Autenticar-se por Chave Móvel Digital ou videoconferência;
  • Submeter documentos comprovativos, se solicitados;
  • Selecionar meios de pagamento (Cartão de Débito e/ou de Crédito);
  • Proceder à verificação da documentação contratual, assinar e aguardar pela confirmação da ativação da Conta.

Confirmada a ativação da conta, é tempo de planear o que pode fazer com o valor adicional que vai receber na sua Conta Mais Ordenado.

Clique aqui para saber mais sobre a Conta Mais Ordenado do Bankinter(4).

Abra aqui a sua conta através de um processo 100% online.

É uma conta de depósito à ordem que, além de não ter o encargo da comissão de manutenção de conta, possibilita aos clientes a oportunidade de poderem obter uma remuneração sobre o saldo da conta, nos primeiros dois anos (que varia mediante o saldo disponível na conta, sendo que o máximo diário é de 5 mil euros). No total, é possível receber uma remuneração até 252 euros(1).

A remuneração é calculada semestralmente, até um limite máximo de saldo diário de 5.000 euros, não havendo lugar a remuneração se a conta estiver associada a um crédito habitação e não sejam realizadas cinco compras com cartão de crédito no semestre. Outra vantagem da Conta Mais Ordenado do Bankinter é o facto de não ser cobrada qualquer comissão referente a transferências bancárias nacionais via homebanking e de não existir comissão (anuidade) de disponibilização de cartão de crédito(2).

A Conta Mais Ordenado do Bankinter pode ser aberta online, desde que cumpridos as respetivas condições de acesso, que pode consultar aqui.


(1) Remuneração calculada para um saldo de 5.000€ pelo prazo de 2 anos à Taxa Anual Nominal Bruta (TANB) de 5% no 1.º ano e de 2% no 2.º ano, a que corresponde uma Taxa Anual Nominal Líquida (TANL) de 3,60% e 1,44%, respetivamente. Para cálculo da TANL é considerada uma taxa liberatória de retenção na fonte de 28%.

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB) de 5% no 1.º ano e de 2% no 2.º ano. Remuneração semestral calculada sobre os saldos diários da Conta Mais Ordenado, até um limite máximo de saldo diário de 5.000€, durante os 2 primeiros anos de vigência do contrato a contar da data de adesão. Não existem montantes mínimos nem máximos de abertura, nem de manutenção da conta. A remuneração apenas será aplicável se a Conta não apresentar produtos de crédito à habitação associados e se a Conta apresentar um Cartão de Crédito ativo com, pelo menos, 5 movimentos de compras a crédito durante o ciclo de contagem de juros. A não verificação da condição de acesso exigida implica a extinção da Conta Mais Ordenado com a consequente perda da remuneração de juros vincendos.

(2) Cartão de Crédito é um produto de financiamento do Bankinter Consumer Finance, E.F.C., S.A. - Sucursal em Portugal registado junto do Banco de Portugal com o n.º 273. O Bankinter, S.A. – Sucursal em Portugal atua como Intermediário de Crédito vinculado de Bankinter Consumer Finance, E.F.C., S.A. - Sucursal em Portugal. A análise e concessão de cartão de crédito será objeto de ponderação e decisão pelo Bankinter Consumer Finance, E.F.C., S.A. - Sucursal em Portugal.

(3) Caso deixe de se verificar a condição acima enunciada, será aplicada a oferta disponibilizada aos Clientes do Bankinter constante do Preçário em vigor, mediante comunicação ao Cliente com a antecedência mínima legalmente prevista para estas alterações. A alteração referida implica a perda de remuneração de juros vincendos”

(4) Não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida junto do Bankinter, S.A. – Sucursal em Portugal.

Bankinter, S.A. – Sucursal em Portugal: Praça Marquês de Pombal, n.º 13, 2.º Andar, 1250-162 Lisboa, matriculada junto da Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número único de matrícula e de pessoa coletiva 980547490.

Sucursal registada para o exercício da atividade bancária, financeira, relativa à prestação de serviços de investimento e mediação de seguros em Portugal junto das autoridades de supervisão nacionais competentes (Banco de Portugal – Registo n.º 269, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários – Registo n.º 369 e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – Registo n.º 0V-0028).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.