Por estes dias, por causa da morte de Mário Soares terás ouvido a palavra democracia e liberdade aliada ao verbo conquistar, porventura numa alusão ao 25 de Abril de 1974. Importa que percebas que o Estado não são uns seres invisíveis de outro planeta, o Estado somos nós.

É crucial participar e, no teu caso, faltam poucos anos para teres o direito de votar. Venho dizer-te que o acto eleitoral é um direito que tens e que deves exercer como um dever para que a democracia se cumpra com a maior participação possível. Podes dizer que não sabes nada de política. Ainda vais a tempo.

Organiza visitas à tua junta de freguesia, à câmara municipal da tua residência, faz perguntas sem medo de reconhecer que não sabes muito. É bom que saibas como funciona o governo, o que são os vereadores no teu município, quais os poderes do Presidente da República.

Não tomes a liberdade por adquirida.

A política não são uns senhores, às vezes zangados, a comentar na televisão, a política está relacionada com tudo o que diz respeito à vida em sociedade - à polis, como se dizia na Antiga Grécia. Mesmo que tenhas vontade de fugir - não há adolescente que não passe por esse desejo - o mais certo é estares sempre inserido numa comunidade com regras. Se pensares bem, ser eremita não é para todos, portanto não encolhas os ombros à política.

A democracia, para existir, precisa de todos. Não te esqueças disto quando fores votar. Não votes só porque sim, encontra um programa político que te faça sentido, seja ele qual for. E sê crítico, de forma construtiva, para honrar todos os que viveram o regime salazarista e lutaram para conquistar está liberdade de que gozas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.