"Aproveitando um bocadinho as iniciativas que estão a haver na cidade, e tentando conectar os locais - as pessoas que já estão cá e que não têm oportunidade de ir à Web Summit e as pessoas que já têm empresas aqui sediadas -, nós vamos tentar reuni-los todos numa noite aberta nos Paços do Concelho e tentar que conectem com todos aquele que vêm", disse à agência Lusa Hélio Anjos, que na Câmara de Lisboa trabalha nas áreas das ‘startup' e da inovação.

Segundo este responsável, o City Hall Night Summit servirá para "aproveitar toda esta boa ‘vibe' que existe" na cidade, que será dinamizada no local com a presença de ‘street food' (comida de rua), música ao vivo e outras iniciativas.

"Apesar de estarmos muito ligados ao evento, notamos que, mesmo assim, o evento em si para as pessoas ainda está um bocadinho distante", admitiu Hélio Anjos, salientando que a autarquia pretende mostrar que os empreendedores "vão ter aqui oportunidades".

"Se conseguirem andar, por esta altura, nos ‘night summits’ (eventos realizados à noite para troca de contactos profissionais) e perceber quem é que cá está, tentar ligar-se com eles, há imensas oportunidades, na área da restauração, dos novos empreendimentos, é um bocadinho estar atento a este período", vincou.

A incubadora de empresas apoiada pelo município, Startup Lisboa, também está a organizar este tipo de iniciativas, entre hoje e quinta-feira, tendo os seus espaços abertos até às 04:00 para os empreendedores que ali queiram conviver e procurar aconselhamento.

Hélio Anjos adiantou que no antigo edifício do BPI na Praça do Município haverá uma exposição com os projetos vencedores do concurso Smart Open Lisboa, com ideias que visam trazer melhorias à cidade em áreas como a sustentabilidade ambiental e a energia.

Paralelamente, haverá, na quarta-feira ao final do dia, um "evento muito limitado", que visa reunir "os principais portugueses da diáspora […] para falarem um bocadinho sobre o que é isto de estar fora e em que é que Lisboa pode melhorar".

A Web Summit de Lisboa, que arrancou na segunda-feira e decorre até quinta-feira, conta com mais de 53.000 participantes, de 166 países, incluindo 15.000 empresas, 7.000 presidentes executivos e 700 investidores.

Entre os oradores, estarão os fundadores e presidentes executivos das maiores empresas de tecnologia, bem como importantes personalidades das áreas de desporto, moda e música.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.