O carsharing e as políticas de mobilidade sustentável estão na ordem do dia, pelo menos nos grandes centros urbanos. A Hertz, empresa de rent-a-car [aluguer de viaturas]  norte-americana, associou-se em Portugal à Mobiag, uma startup portuguesa, e desenvolveu um projeto de partilha de veículos 100% elétricos.

Depois de disponibilizar o serviço em Lisboa (Rua Castilho, Parque das Nações e Aeroporto) e Oeiras (Tagus Park e no Lagoas Park), a Hertz 24/7 City alarga a partilha de aveículos elétricos ao concelho de Cascais. A expansão integra-se no Projeto MobiCascais, plataforma de mobilidade integrada destinada a residentes, trabalhadores e visitantes daquele concelho.

Os novos pontos de rede estarão situados no centro de Cascais, na Alameda Duquesa de Palmela, e no Estoril, na Av. Marginal em frente ao Casino, cada qual com duas viaturas elétricas disponibilizadas para este serviço. No futuro está pensado um alargamento ao interior do concelho.

Presente na apresentação pública do projeto que decorreu na estação de comboios de Cascais, António Silva, Hertz Portugal, referiu que este alargamento a Cascais vem reforçar a estratégia de “estar na cintura da grande Lisboa”. Se no início “foi o mercado local que olhava para esta alternativa do ponto vista financeira e de mobilidade”, a realidade hoje demonstra que a procura é mais alargada.

Com a possibilidade de efetuar a reserva de um automóvel através de uma aplicação móvel nos sistemas iOS (Apple) e Android (Google), a frota é composta por “40 carros”, sendo que estes circulam, nesta fase, nas três zonas. “Em Cascais e Oeiras devem circular 10”, adiantou.

Em relação ao “levantamento e a entrega tem de ser obrigatoriamente nos pontos e parques específicos sinalizados na aplicação”, distinguindo-se de dois concorrentes: a DriveNow e a Emov (empresa que presta serviço com carros 100% elétricos e que deve chegar em abril a Portugal, começando por Lisboa).

“Esta é uma outra oportunidade de fazer rent-a-car”, conclui António Silva referindo-se a este registo de mobilidade que “envolve Uber, cabify, bicicletas, carros e muito mais”.

Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais destaca as soluções intermodais que integram todos os meios de mobilidade, desde o “automóvel ao comboio, passando pelas bicicletas” num concelho em que “92 por cento da população utiliza viatura própria e não recorre a nenhum dos serviços de mobilidade”.

Sobre estes sistemas de mobilidade “pública ou acessível ao público” Carlos Carreiras diz que vem para “ficar e ampliar”.

O serviço 24/7 City da Hertz arrancou em outubro de 2016. Os preços de utilização dos veículos 100% elétricos oscilam entre os 29 cêntimos por minuto para as viaturas Renault Zoe e 33 cêntimos para os modelos BMW I3.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.