O EyeData Autárquicas 2021 — que poderá aceder carregando neste link —  estará dividido em quatro partes: caracterização dos concelhos, resultados em tempo real e comparações com 2017, relação dos resultados com indicadores socioeconómicos e demográficos e curiosidades da noite eleitoral.

Na caracterização será possível verificar os candidatos dos 308 concelhos de Portugal, os mandatos a atribuir na câmara municipal e na assembleia municipal e consultar indicadores do município, como a população residente, o número de médicos por mil habitantes, a taxa de retenção do ensino básico ou o número de desempregados inscritos (em % da população entre os 15 e os 64 anos).

O ‘site’ permitirá acompanhar em tempo real o resultado das eleições aos níveis nacionais e concelhios, disponibilizando dados sobre número de eleitores, votos brancos e nulos, bem como resultados dos partidos, coligações e movimentos independentes, com indicação de percentagens de votos e do número de câmaras conquistadas e comparação com os resultados de 2017.

Quanto a indicadores e resultados, esta parceria entre a Lusa e a Social Data Lab apresenta dezenas de variáveis (nos temas covid-19, Ambiente e Sustentabilidade; Demografia; Economia e Trabalho; Educação, Ciência e Tecnologia; Política e Sociedade), e permite relacionar esses indicadores com os resultados eleitorais de determinado partido ou coligação, também aos níveis nacional ou concelhio.

Por último, o EyeData Autárquicas 2021 apresenta um conjunto de curiosidades, como o concelho com maior/menor taxa de abstenção, os municípios nos quais foi maior a diferença entre o vencedor e o segundo classificado, concelhos onde o vencedor da câmara é diferente do vencedor da assembleia municipal ou os melhores/piores resultados de cada partido.

Para a diretora de informação da agência Lusa, Luísa Meireles, e para o responsável da Social Data Lab, Luís Valente Rosa, o Eyedata é “um excelente instrumento de trabalho”, resultado de uma parceria entre a Social Data Lab e a Lusa “que enriquece a capacidade de conhecer e compreender o país, sobretudo por parte de jornalistas, académicos, candidatos e cidadãos em geral, curiosos de aprofundar a informação”.

“Este ano, apresentamos um ‘site’ renovado para as eleições autárquicas, onde cada um pode encontrar (quase) todas as informações que decidir procurar e as comparações que quiser fazer relativamente a estas eleições, explorando múltiplos fatores, variáveis e curiosidades à disposição. Podemos ainda combinar os resultados das eleições com as 80 variáveis, por concelho, que temos no EyeData”, afirmam, numa declaração conjunta.

Como exemplos, apontam a caracterização socioeconómica dos concelhos onde partidos ou movimentos independentes têm mais votos: se são mais urbanos ou rurais, se registam níveis de instrução mais altos ou mais baixos ou se são mais envelhecidos ou mais jovens.

“É o serviço público à distância de um clique, em www.lusa.pt”, acrescentam.

A Social Data Lab dedica-se à produção, recolha, análise, apresentação e projeção estatística da informação, sendo autora do EyeData, que apresenta informação detalhada sobre Portugal e os seus concelhos, Portugal na União Europeia e Portugal no mundo, com quase 300 variáveis especialmente selecionadas para permitir ilustrar realidades económicas, sociais ou culturais.

O EyeData permite ainda relacionar todos esses indicadores entre si, de modo a perceber a intensidade da sua interligação.

Em Portugal há 308 municípios, dos quais 278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira. Quanto a freguesias, são 3.092, com a seguinte distribuição: 2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira.

Nas eleições autárquicas de 26 de setembro estão em disputa um total de 2.064 mandatos nas câmaras municipais e de 6.448 lugares nas assembleias municipais.

As primeiras eleições autárquicas em democracia realizaram-se em dezembro de 1976.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.