"Foi aprovada a resolução que alarga a rede de TDT, atribuindo dois novos serviços de programas além da oferta existente. Incluem-se, aqui, dois canais da RTP – Rádio e Televisão de Portugal, nomeadamente a RTP África e um novo serviço de programas dedicado ao conhecimento, aumentando para nove o total de canais disponíveis naquela plataforma de acesso livre e gratuito", lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

Atualmente a oferta da TDT é composta pela RTP1, RTP2, SIC, TVI, RTP3, RTP Memória e ainda o canal Parlamento (AR TV).

O anúncio dos canais RTP África e do Canal do Conhecimento na plataforma TDT tinha sido feito pelo secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, Nuno Artur Silva, no parlamento, em 09 de novembro.

Entretanto, em 10 de novembro, o presidente da RTP, Gonçalo Reis, disse à Lusa que a entrada da RTP África e do canal do Conhecimento na TDT "são desafios novos e estimulantes do ponto de vista conceptual para a RTP".

Nessa altura, o presidente da RTP sublinhou que a RTP África que vai passar a estar na TDT vai ter "conteúdos sobre as comunidades reforçado".

No parecer entretanto emitido, o Conselho de Opinião da RTP defendeu que a disponibilização de mais dois canais da RTP na TDT "só deve ocorrer com garantia do não desequilíbrio financeiro da empresa pública".

O órgão considerou "extremamente positiva" a introdução de novos conteúdos na TDT - RTP África e Canal do Conhecimento -, mas questiona "de onde irão surgir os proveitos para desenvolver estes projetos", lê-se no parecer sobre a proposta de alargamento da oferta de canais na plataforma de televisão gratuita.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.