Como te chamas e o que fazias antes de seres empreendedor?

Chamo-me Niko Roberts e sempre fui empreendedor, a vender flores ou limonada na rua com 4 anos. Mas trabalhei também no Dominos Pizza e numa consultora tecnológica por algums anos.

Como é que a tua startup vai mudar o mundo?

Lembram-se de chegar a um evento e esperar muito tempo numa fila de check-in, de receber uma agenda e o questionário em papel? O nosso contributo é acabar com isso.

Já pagas o teu salário?

Muitas vezes como fundadores sacrificamos o nosso bem estar para investir o máximo possível nas empresas. Contudo à medida que os projetos crescem estás mais à vontade para pensar em ti próprio.

Quantas horas trabalhas por dia?

Varia muito, em alguns dias 12 noutros apenas quatro horas. Temos clientes em todo o mundo, equipa em Portugal, em Singapura e eu próprio vivo na Austrália, como tal não temos o luxo de horários fixos.

O que deixaste de fazer para ser um empreendedor com sucesso?

Deixei um emprego estável numa consultora tecnológica.

O que passaste a fazer para ser um empreendedor de sucesso?

Não foi aquele sonho de revolucionar o mundo com um produto. Aconteceu desenvolver uma app para um evento e a partir daí descobrir que havia uma necessidade. Surgiram os primeiros clientes e formou-se uma equipa. Mas hoje sim temos a visão de revolucionar o mundo dos eventos com tecnologia.

Ter uma startup está na moda ou o mundo está mesmo a mudar?

Sempre houve startups, mas penso que com esta revolução móvel a barreira de entrada a criar uma startup está hoje mais transponível. Se existe um problema que ainda não foi bem resolvido é possível por exemplo desenvolver um protótipo em alguns meses e testar a ideia no mercado, mesmo com grandes empresas.

Se fosses patrão de uma grande empresa, o que dizias a ti próprio para te convencer a trabalhar nessa empresa em vez de uma startup?

"Nós vamos pagar-te para fazer a mesma coisa que estas a fazer agora, com toda a liberdade para gerir a tua equipa como quiseres."

Qual é o teu ídolo dos negócios ou da tecnologia?

Não tenho ídolos, todos nós nos desenrascamos juntos. Eu respeito pessoas que executam os planos e que agarram as oportunidades.

És vegan, fazes meditação ou apenas vês televisão e passeias o cão ao fim do dia?

Tenho a minha filha, não preciso mais realidade do que isso para ficar claro o porquê de eu estar a fazer isto.

Numa só frase, o que dirias - mesmo - num elevador para convencer alguém a investir na tua empresa?

Nós não precisamos de investimento, mas temos sempre a porta aberta a parceiros que tenham a mesma visão de revolucionar o mundo dos eventos com tecnologia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.