Que o iPhone é um objecto de desejo, todos sabemos. Que tem um preço elevado devido (também) a esse estatuto, é um facto. O que talvez muitas pessoas não sabem é que o preço dos iPhones varia substancialmente de país para país, apesar do preço médio ser semelhante na maioria dos mercados.

E, no ranking de preços, a Venezuela é, atualmente, o país onde se vendem os iPhones mais caros. Devido à inflação galopante no país, os iPhones estão à venda ao preço unitário de 97.814 dólares (o equivalente a 91.859 euros).

Ao invés, em Angola encontram-se os iPhones ao preço mais baixo, mais exatamente a 402 dólares (377 euros).

A diferença de preços é explicada pelas diferentes taxas e impostos, bem como pelo impacto da inflação.

Estes e outros preços de equipamentos, como tablets ou smart TVs, podem ser consultados no Technology Price Index 2016, um estudo comparativo de preços compilados pela Linio, que avaliou o custo de diferentes modelos de iPhone em 72 países, descontando o custo do serviço de telecomunicações e usando, em cada mercado, dados dos quatro maiores distribuidores nas cinco principais cidades.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.