Liderando as nomeações, o filme concorre, entre outras, nas categorias de "Melhor filme", "Melhor realizador" e "Melhor atriz" com Olivia Colman, cujo papel já lhe rendeu um Globo de Ouro e uma nomeação aos Óscares.

Além disso, "A Favorita" também pode levar o prémio de "Melhor atriz secundária", para o qual Emma Stone e Rachel Weisz estão nomeadas.

Na categoria de "Melhor filme", Yorgos Lanthimos enfrenta "BlacKkKlansman", do veterano Spike Lee; "Green Book", baseado na história real do pianista negro Donald Shirley; "Roma", a produção do Netflix feita pelo mexicano Alfonso Cuarón; e "A Star is Born", sobre a ascensão à fama de uma jovem cantora interpretada por Lady Gaga, que também está nomeada na categoria de "Melhor atriz".

O BAFTA de melhor ator será disputado por Bradley Cooper ("A Star is Born"), Christian Bale ("Vice"), Steve Coogan ("Stan & Ollie"), Viggo Mortensen ("Green Book") e Rami Malek pelo seu papel como Freddie Mercury, cantor do Queen, em "Bohemian Rhapsody".

Vencedor de "Melhor drama" no Globo de Ouro, o filme já garantiu vários prémios a Rami Malek, incluindo um Globo de Ouro e um Screen Actors Guild Award, considerados indicadores para os Óscares, cuja cerimónia será no dia 24 de fevereiro.

A Academia Britânica de Artes Cinematográficas e Televisivas (BAFTA) decidiu suspender a nomeação do realizador do filme "Bohemian Rhapsody", Bryan Singer, após acusações de abuso sexual, algumas de menores, feitas contra ele por quatro homens num artigo da publicação The Atlantic.

Singer, de 53 anos, defendeu-se das acusações, afirmando que o artigo é "homofóbico" e procura "sujar" a sua reputação e minar o sucesso do filme.

A cerimónia dos BAFTA realiza-se esta noite em Londres.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.