Já estamos no Twitter! Segue-nos em @vaisgostardisto, página que vamos utilizar para acompanhar o dia-a-dia do mundo na cultura pop.


O timing perfeito da irmandade de Spike Lee

Estreou na passada sexta-feira, dia 12 de junho, e não podia ter chegado em melhor altura. Sem falar explicitamente dos mesmos temas que marcam a atualidade nos Estados Unidos, Spike Lee leva-nos de volta a 1970 para falar de assuntos que envolvem a comunidade afro-americana e que continuam na ordem do dia, com o novo filme ‘Da 5 Bloods – Irmãos de Armas’.

O cenário que serve de fundo à longa-metragem é o Vietname. Saltando entre os anos 70 e a atualidade, ‘Da 5 Bloods’ permite-nos acompanhar a jornada de quatro veteranos afro-americanos, Paul, David, Otis e Eddie, que lutaram na Guerra do Vietname. Ainda que afetados pelas marcas físicas e psicológicas, várias décadas depois de terem abandonado o campo de batalha, os quatro decidem embarcar numa odisseia que os vai levar de volta ao sítio onde o quinto elemento da irmandade ‘Bloods’, Stormin’ Norm, perdeu a vida.

"Acho Que Vais Gostar Disto" é uma rubrica do SAPO24 em que sugerimos o que ver, ler e ouvir.

Para ter estas sugestões confortavelmente no e-mail, basta subscrever a rubrica em formato newsletter através deste link.

Para além de encontrar o corpo do seu companheiro e levá-lo para casa, a viagem tem ainda como objetivo recuperar as barras de ouro que o grupo tinha encontrado num avião que se despistou, e que enterraram no solo vietnamita. Mas nem todos os aspetos jogam a favor desta irmandade, que acaba por enfrentar vários contratempos que tanto vão fortalecer a sua ligação como aumentar a mágoa trazida pela Guerra, que parece não ter realmente acabado.

Ao longo das duas horas e meia de filme, Lee dá-nos material que desperta todo o tipo de sensações. Há espaço para revolta, tristeza, emoção, romance e, no final de contas, algum conforto pela forma como esta irmandade é capaz de se manter unida, ainda que haja quem já tivesse partido.

  • Um estilo de ficção bem real: A crítica à sociedade já faz parte do registo a que Spike Lee nos habituou e ‘Da 5 Bloods’ não foge à regra. No filme, a comunidade afro-americana é retratada como ‘carne para canhão’, uma vez que era enviada para as frentes de batalha enquanto os mais privilegiados não eram tão expostos aos perigos da guerra.
  • Aprovado pela crítica: Com uma avaliação de 92% dos críticos na plataforma Rotten Tomatoes e com uma classificação de 81 pontos na Metacritic, o feedback de ‘Da 5 Bloods’ é sobretudo positivo. Ainda na Rotten Tomatoes, o filme é classificado como ‘’um dos filmes de Spike Lee mais urgentes e com maior impacto’’.

Para os que gostam de histórias sinistras e macabras

Não é para todos os estômagos, mas a verdade é que muitos têm um guilty pleasure por histórias de crimes baseados em casos reais, especialmente no que diz respeito a assassinatos e serial killers. Se alguma vez te perguntassem qual é o teu assassinato preferido, saberias responder?

Para as americanas Karen Kilgariff e Georgia Hardstark, há várias respostas para esta pergunta e, por isso, as duas contam todos os pormenores dos seus assassinatos preferidos no podcast My Favorite Murder’. Ainda que o tema possa parecer obscuro, ao longo de episódios que rondam uma hora e meia de áudio, as duas hosts misturam atualidade com histórias que acabaram de forma trágica, e atribuem um registo humorístico à conversa.

O primeiro episódio foi para o ar em 2016 e, com novos conteúdos todas as semanas, já conta com mais de 220 episódios. Ainda assim, as histórias analisadas por Karen e Georgia são intemporais e podem ser ouvidas a qualquer altura.

  • Outra sugestão para quem gosta deste tema: Há uma série produzida pelo BuzzFeed para o YouTube que te vai deixar agarrado ao ecrã durante horas, episódio atrás de episódio. A rubrica já teve vários hosts e está espalhada por vários canais da plataforma, mas, atualmente podes encontrar as histórias mais macabras em BuzzFeed Unsolved Network.
  • Conta-me o que andas a ouvir: Para as tardes de verão na praia ou à beira da piscina, ou para as diferentes tarefas do dia-a-dia, tens sugestões de podcasts que são uma boa companhia? Responde a esta newsletter e conta-me mais sobre aqueles que te andam a falar ao ouvido.

Se fosse só mais uma série de super-heróis, seria uma série de super-heróis a mais

Não sendo a maior fã de banda desenhada e de super-heróis, há uns dias cruzei-me com ‘Doom Patrol’ e a curiosidade levou-me a dar uma vista de olhos na primeira temporada. Disponível na HBO Portugal, a série saiu no ano passado, tem 15 episódios, e é uma adaptação da banda desenhada da DC Comics.

Logo apresentadas nos primeiros minutos do primeiro episódio, supostamente, as personagens que fazem parte desta história não são os comuns super-heróis dos clássicos de BD, mas sim “super-zeros” (um trocadinho que funciona mil vezes melhor em inglês).

A Doom Patrol é composta por vários membros que anteriormente eram pessoas normais, mas que desenvolveram capacidades sobrenaturais devido a trágicos acidentes. Agora, à margem da sociedade, foram acolhidos pelo Chefe, o cientista Dr. Niles Caulder, que se dedica à investigação destes fenómenos e à sua proteção. Ao longo da série, vamos perceber que este grupo dá origem a vários super-heróis que já conhecemos.

Mas, afinal, quem são algumas destas aberrações?

Cliff Steele é a primeira história que ficamos a conhecer. É um ex-piloto de corrida que sofre um grave acidente, no qual apenas sobrevive o cérebro. Para conseguir salvar Cliff, o Chefe faz um transplante para um corpo robótico, surgindo assim o Robotman.

Crazy Jane é uma adolescente cuja mutação a levou a desenvolver 64 personalidades diferentes. Este parece ser um super-poder que em nada ajuda o grupo e que, muitas das vezes, é a origem de vários conflitos.

Rita Farr é uma atriz famosa egocêntrica que ganhou a habilidade de mudar a forma do seu corpo. Ainda que demore algum tempo a dominar esta capacidade para que jogue a seu favor, Rita vai acabar por se tornar na Mulher-Elástica.

Larry Trainor dá origem ao Negative Man após ser atingido por energia negativa enquanto fazia um voo de avião. Agora, como forma de conter a radiação, tenta passar despercebido, sem grande sucesso, ao sair à rua coberto de ligaduras.

  • Já tínhamos ouvido falar da Doom Patrol: Esta série funciona quase como um spinoff de ‘Titans’. O grupo foi apresentado pela primeira vez no quarto episódio e, ainda que as duas séries ganhem vida no mesmo universo, as histórias não têm a mesma continuidade.
  • A tempo da segunda temporada: Os primeiros três episódios têm data de estreia marcada para o final do mês, mais precisamente, para dia 26 de junho. Espreita aqui o trailer.

Créditos finais

  • “É Desta Que Leio”: No passado dia 11, o clube de leitura reuniu-se e contou com a presença de Zeferino Coelho, editor do Nobel português. Se ainda não tiveste oportunidade, vê aqui como correu o encontro, que teve como foco o livro ‘Ensaio Sobre a Cegueira’, de José Saramago.
  • Vai ao Tomorrowland sem sair de casa: É um dos maiores festivais de música eletrónica do mundo, com edições anuais na Bélgica, mas, este ano, como tantos outros, teve de encontrar uma alternativa no mundo online. Descobre aqui como vai ser a edição digital e interativa do Tomorrowland 2020.
  • Um cantinho na internet para os indecisos: Há uns dias descobri o site wtf should I do with my life?, que, em português, numa tradução livre, significa ‘o que é que eu devo fazer com a minha vida?’. Para passar o tempo ou para descobrir sugestões fora da caixa, o site apresenta um conjunto de opções aleatórias que, se encaixarem nos teus gostos, são complementadas com outros conteúdos, como vídeos, entrevistas ou dicas sobre o tema.
  • Outra sugestão que vos fala ao ouvido: Neste artigo publicado no SAPO24, o Paulo André Cecílio fala do podcast ‘Wind of Change’ e da relação entre uma música dos Scorpions com a CIA.
  • O fenómeno ‘365 Dias’: o filme que estreou há pouco mais de uma semana na Netflix tem sido tema de discussão nas redes sociais e já chegou ao top de conteúdos mais vistos na plataforma de streaming em mais de 20 países. Queres saber mais sobre esta produção vinda da Polónia? É ler aqui.
  • Mais esperados da semana: Nesta sexta-feira, dia 19 de junho, chega à Netflix a segunda temporada de ‘Coisa Mais Linda’. Espreita o trailer aqui.
  • Depois dos cancelamentos de 2020, os cartazes para 2021: O festival NOS Primavera Sound já partilho o cartaz completo para abrir o apetite para o próximo ano. Gorillaz, Tyler, The Creator, Tame Impala, Doja Cat e Bad Bunny são alguns dos maiores nomes confirmados. Vê o cartaz completo e descobre se algum dos teus artistas preferidos vai passar pelo festival do Porto.

Tens recomendações de coisas que eu podia gostar? Ou uma review de um dos conteúdos que falei? Envia para mariana.santos@madremedia.pt

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.