O programa "Shooting Stars" é uma iniciativa do European Film Promotion, de divulgação de novos nomes europeus da representação e que tem como objetivo por em contacto atores e atrizes com profissionais da indústria cinematográfica.

Este ano, por causa da medidas restritivas para conter o novo coronavírus, o "Shooting Stars" decorrerá apenas ‘online’, entre 23 e 25 de fevereiro, uma semana antes do 71.º festival de cinema de Berlim, que arranca a 01 de março.

Para esta 24.ª edição do programa de talentos foram escolhidos dez novos talentos, entre os quais Alba Baptista, de 23 anos, protagonista de série de ficção da plataforma Netflix, "Warrior Nun", estreada em 2020.

Focada numa carreira internacional, Alba Baptista foi a primeira atriz portuguesa a protagonizar uma série de ficção naquela plataforma de 'streaming', o que lhe abriu a porta para um contrato de agenciamento nos Estados Unidos.

No verão de 2020, a propósito da estreia de "Warrior Nun", Alba Baptista contava em entrevista à agência Lusa que estava apostada em sair de qualquer zona de conforto enquanto atriz, depois de ter feito telenovelas, séries e mais de uma dezena de filmes portugueses.

Entre os mais recentes projetos nos quais está envolvida, ainda não estreados, contam-se os filmes "L’enfant", produzido por Paulo Branco, com realização de Marguerite de Hillerin e Félix Dutilloy-Liégeois, "Campo de Sangue", de João Mário Grilo, e "Mr. Harris goes to Paris", de Anthony Fabian.

Nascida em Lisboa a 10 de julho de 1997, Alba Baptista estreou-se no cinema aos 15 anos numa curta-metragem de Simão Cayatte.

No âmbito do programa "Shooting Stars" é atribuído um prémio, que será entregue no verão, no segundo momento de programação do festival de cinema de Berlim, repartido em duas fases por causa da covid-19.

Em anos anteriores, no programa "Shooting Stars" estiveram Joana Ribeiro (2020), Victoria Guerra (2017), Afonso Pimentel (2007), Nuno Lopes (2006), Marisa Cruz (2005), Ângelo Torres (2004), Leonor Baldaque (2003), Carla Bolito (2002), Alexandre Pinto (2001), Rita Durão e Francisco Nascimento (2000), Diogo Infante e Ana Moreira (1999) e Beatriz Batarda (1998).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.