O ator e antigo governador do Estado da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, disse esta sexta-feira que a sua primeira temporada no "Celebrity Apprentice" seria também a sua última apontando o dedo a Donald Trump pelas baixas audiências do programa televisivo.

"Mesmo que me convidassem [para participar de novo] eu recusaria", disse o ator à revista Empire. "Aprendi muito, passei lá muito bom tempo, foi uma excelente oportunidade, mas sob estas circunstâncias eu não quero voltar a participar".

"Com Trump envolvido no programa, as pessoas ganharam-lhe mau gosto e deixaram de querer participar, quer como espectadores, quer como patrocinadores ou qualquer outra forma que contribua para o programa", revela o antigo governador do Estado da Califórnia.

"Vivemos um período de grandes divisões neste momento e acho programa foi apanhado por tudo isso", acrescentou.

"Não é por causa do programa. Toda a gente com quem me cruzei disseram que adoravam o"Celebrity Apprentice"... mas que deixaram de ver o programa assim que leram o nome de Trump nos créditos", conta Schwarzenegger.

"Quando as pessoas descobriram que Donald Trump ainda estava envolvido na produção e que ainda recebia dinheiro pela transmissão do programa, metade dos espectadores começaram a boicotar as audiências".

O ator de origem austríaca e 69 anos foi o nome escolhido para apresentar a oitava temporada do programa que transformou Trump numa celebridade nacional, muito antes de vencer as eleições para a Casa Branca.

No entanto a sucessão nunca foi pacífica. Pelo menos para Donald Trump que repetidamente ironizou as audiências alcançadas pelo ator à frente do "seu" programa. No início do mês de fevereiro deste ano,  o tema voltou à ordem do dia e Arnold Schwarzenegger não deixou o presidente sem resposta tendo dado origem a uma pequena troca de palavras na rede social Twitter.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.