“Nem nos meus sonhos mais loucos, teria imaginado estar em Paris a receber um César”, disse a atriz madrilena, de 43 anos, que esteve na cerimónia acompanhada pelo seu parceiro, o ator espanhol Javier Bardem.

Antes da cerimónia, o realizador espanhol Pedro Almodóvar disse que Penélope Cruz é uma das “mulheres mediterrâneas”, como Sophia Loren, Jeanne Moreau, Marion Cotillard ou Juliette Binoche, que libertam magnetismo e autenticidade.

A organização dos prémios César do cinema francês pediu aos participantes que usassem uma fita branca para se juntarem ao protesto contra o assédio sexual na indústria do entretenimento e a atriz espanhola não foi exceção.

“Nos Globos de Ouro foi feito, nos Goyas também e certamente assim será no domingo nos Óscares, pois devemos lembrar tudo o que está a acontecer”, declarou a atriz, no tapete vermelho.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.