De acordo com a organização, da responsabilidade da Ocupart, agência de arte que desenvolve projetos culturais em espaços não convencionais, o conceito do festival parte da tecnologia e da ciência.

Com direção artística de António Cerveira Pinto, o The New Art Fest’16 tem inauguração anunciada para hoje, às 19:00, no Museu de História Natural e da Ciência (MUHNAC).

Entre os trabalhos a exibir estão instalações interativas, projeções audiovisuais, exposições de realidade aumentada e arte generativa, como o ‘glitch’ e o ‘live coding’, em montras de lojas, museus e painéis publicitários, espalhados pela capital.

O certame será composto por secções como “Bending e Continuum”, no MUHNAC, exposic¸ão de projetos artísticos materiais e um alinhamento de conteúdos audiovisuais, e a “Bit Street”, um circuito urbano de arte digital, que irá ocupar várias montras de lojas do Chiado e da Livraria Sá da Costa.

Nesta secção está prevista a utilização de 28 ecrãs, no redondel da entrada principal do Time OutMarket, no Mercado da Ribeira, e nos diversos painéis digitais distribuídos por Lisboa.

Também está previsto um seminário, no dia 04, às 14:30, sobre arte e investigação no MUHNAC, e, às 21:30, um concerto com Alexandra Cárdenas e Ryan Kirkbride.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.