Em 2010 recebeu jogos do Mundial de Futebol, em 2014 foi Capital Mundial do Design e três anos mais tarde serviu de cenário para a segunda temporada da série televisiva “The Crown”. A Cidade do Cabo é considerado uma das cidades mais belas do mundo.

Ao longo dos mais de dois mil quilómetros quadrados que perfazem todo o território da segunda cidade mais populosa da África do Sul, é possível encontrar desde montanhas a praias, museus, adegas e diversos restaurantes. Contudo, de entre os vários locais a conhecer, há alguns que são quase de visita obrigatória e que vão ao encontro dos mais variados gostos.

A Table Mountain é uma das sete novas maravilhas naturais do mundo, tem três quilómetros de extensão e mais de mil metros de altura, que se podem subir de teleférico, se a caminhada não for uma atividade desejada. Entre as paisagens desafogadas que pode ver há uma que não vai conseguir admirar, mesmo que se esforce: o Cabo da Boa Esperança, que une os oceanos Atlântico e Índico, e que ficará para sempre conhecido como o temível “Cabo das Tormentas”, devido às inúmeras intempéries que a tripulação de Bartolomeu Dias sofreu até conseguir encontrá-lo, em 1488.

Reconhecida pela sua beleza natural, na zona envolvente da Cidade do Cabo pode ainda visitar Hermanus, um dos melhores destinos no mundo para observar baleias, Gansbaai, para onde pode mergulhar junto a tubarões brancos, dentro de uma cela, ou ainda a Boulders Beach, conhecida como a praia dos pinguins por lá viver uma colónia de pinguins africanos durante todo o ano. Tendo em conta que esta praia é uma área protegida pelo Parque Natural da Table Mountain e que os pinguins africanos são uma espécie ameaçada, todos os visitantes, incluindo cidadãos da África do Sul pagam uma “taxa de conservação” pela visita. Outra curiosidade a destacar sobre estes pinguins é que também são conhecidos por “Jackass Penguins”, que em português significa “pinguins-burro”, dado que emitem um som semelhante ao dos burros.

Também as praias são uma das atrações de quem visita a cidade. De Muizenberg (para quem gosta de surf), passando por Clifton, Noordhoek ou as mais “escondidas” Llandudno e Scarborough, a costeira Cidade do Cabo está rodeada de praias para todos os gostos.

Mas nem só de praias e montanhas vive esta que é uma das cidades mais vibrantes de África (e do planeta). O vinho é um dos patrimónios da África do Sul e na Cidade do Cabo isso é evidente. Atrações como o Franschhoek Wine Tram, um elétrico que atravessa as vinhas de Franschhoek, ou Groot Constanta, a mais antiga vinha do país e que produz o líquido de Baco de forma ininterrupta desde o século XVII, são visitas ideais mesmo para aqueles que não são particulares apreciadores de vinho.

Outro local de visita obrigatória é a Robben Island, ilha ao largo da Cidade do Cabo em que Nelson Mandela (e muitos outros que se insurgiram contra o Apartheid) esteve preso durante 18 anos. Tendo em conta toda a história e importância que o local carrega, foi considerado Património da Humanidade, em 1999.

E se os Xutos & Pontapés cantam que “de Bragança a Lisboa são nove horas de distância”, de Lisboa à Cidade do Cabo o tempo é pouco maior. Ideal para conhecer no “nosso” inverno (uma vez que lá, por essa altura, é quando se fazem sentir as temperaturas mais quentes), a TAAG - Linhas Aéreas de Angola, liga Portugal à segunda maior cidade da África do Sul em pouco mais de 13 horas, numa viagem feita maioritariamente durante a noite e com apenas uma escala (em Luanda).

Experiente em voos de longa duração, a TAAG aposta em dois fatores essenciais: segurança (nenhum avião da companhia aérea angolana é anterior a 2007) e conforto. Esta última parte é particularmente evidente nos assentos espaçosos (mesmo em classe económica) e na possibilidade de poder levar duas bagagens de porão, uma vantagem para viagens (e estadias) de longo curso.

Se quer fugir do frio, a Cidade do Cabo é um destino que pode abraçar caso procure uma férias onde pode usufruir de paisagens montanhosas, praias, vinho e... pinguins.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.