"Impatient Patient Disorder" é a história de um jovem estudante que sonha em seguir os passos do pai e tornar-se médico, mas cujos problemas psicossomáticos forçam a que seja acompanhado por um psiquiatra, que por sua vez acredita ser o ator Dean Martin.

Além de protagonista, Renato Pires é também corealizador, coargumentista e produtor do filme, que inclui no elenco mais portugueses mas que foi inteiramente filmado no Reino Unido.

O artista de 26 anos quer recuperar um estilo de humor físico que é atualmente pouco popular, mas que fez famosos nomes como Laurel and Hardy, Abbot and Costello, Jerry Lewis e Dean Martin, Charlie Chaplin ou, mais recentemente, Rowan Atkinson enquanto Mr. Bean.

"É esta a comédia que eu quero trazer de volta, que não é preciso eu falar inglês, não é preciso eu falar francês, é uma comédia mundial. É física e toda a gente consegue ver", disse Renato Pires à agência Lusa.

Uma temporada de sete meses no espetáculo "Hooray for Hollywood", durante a qual recebeu elogios pelo desempenho e comentários de que haveria espaço no mercado para este tipo de comédia física, fê-lo avançar com o projeto.

Porém, admite que é como artista de circo, cuja formação recebeu em Lisboa, no Chapitô, que se sente mais à vontade em palco.

"Nunca estudei cinema, é mais elaborado e precisa de mais pessoas envolvidas", confiou.

Apesar de ter iniciado uma carreira em teatro e cinema em Portugal, Renato Pires mudou-se para o Reino Unido em 2012 para conhecer o avô materno, que se encontrava doente.

Para aprender a falar inglês, começou por fazer pequenos trabalhos pouco qualificados em restaurantes e hotéis, até conseguir montar a própria agência e produtora de eventos.

Para outubro, tem planeado um novo espetáculo de circo, também escrito e produzido por si, chamado "Animarum", inspirado no Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente.

Inclui 50 artistas, uma réplica em palco de um barco de oito metros e de um castelo, acrobatas, ginastas e outros artistas de circo.

Baseado em Eastbourne, no sul de Inglaterra, Renato Pires apresentou a sua longa-metragem no início de julho, num evento que angariou donativos para o hospital psiquiátrico local St. Wilfrieds Hospice.

Por enquanto, ainda está a estudar a melhor opção para a obra, seja a candidatura a festivais ou a entrada no circuito comercial de cinemas ou de televisão, mas já planos para um novo filme em 2019.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.