O Museu Bordalo Pinheiro abriu ao público a sua coleção online, que conta com um inventário de mais 13 mil registos. De acordo com o comunicado, este inventário procura ser “um instrumento de referência para consulta, estudo e difusão pública da obra de Rafael Bordalo Pinheiro”, assim como de outros autores e artistas contemplados na coleção — como é o caso do filho de Bordalo Pinheiro, Manuel Gustavo.

Este acervo detém atualmente 13.200 objetos e tem vindo a ser enriquecido ao longo dos últimos 100 anos, através da coleção do fundador do Museu, Cruz Magalhães. As diversas obras estão organizadas em mais de dez categorias, que vão desde a Cerâmica e a Azulejaria até à Fotografia e à Gravura.

"Acho Que Vais Gostar Disto" é uma rubrica do SAPO24 em que sugerimos o que ver, ler e ouvir.

Para ter estas sugestões confortavelmente no e-mail, basta subscrever a rubrica em formato newsletter através deste link.

Para além de se poder navegar livremente pela coleção, também se pode partilhar imagens, reunir um conjunto de obras na secção “a minha coleção” — algo que só é possível através de um registo na página —  e enviar sugestões por e-mail.

Esta coleção virtual vem juntar-se a um conjunto de outros recursos digitais já disponibilizados pela instituição, como por exemplo publicações sobre a história do museu ou  jornais e “livros bordalianos, que visam dar a conhecer ao público a obra de Rafael Bordalo Pinheiro.

No comunicado, o Museu avança também que pretende ainda realizar uma apresentação pública desta iniciativa — que conta com a pareceria da empresa Sistemas do Futuro —  "assim que possível".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.