Na quarta-feira, foram entregues 20 cheques, que se juntam aos 27 que já tinham sido distribuídos em novembro.

Em análise está, entretanto, mais uma dezena de processos.

O incentivo à natalidade reveste a forma de atribuição de um apoio de 500 euros sempre que ocorra o nascimento ou a adoção de uma criança no concelho.

“Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no concelho”, refere um comunicado do município.

Dos 47 apoios já entregues, 27 foram a crianças do sexo feminino e 20 do sexo masculino.

Os nascimentos registaram-se nas freguesias de Abadim, Alvite, Arco de Baúlhe, Basto, Cabeceiras de Basto, Cavez, Outeiro, Painzela, Refojos e Vila Nune.

“O Regulamento Municipal de Incentivo à Natalidade resulta de um compromisso assumido no Plano e Orçamento Municipal para 2016 e que se vai manter no próximo ano, com o intuito de combater a desertificação”, acrescenta o comunicado.

De acordo com os Censos, em 2011 o concelho de Cabeceiras de Basto tinha 16.710 habitantes, menos 1.136 do que em 2001.

O pico da população registou-se em 1950, com 21.888 habitantes.

Segundo o comunicado municipal, o incentivo à natalidade “vem reforçar os já existentes apoios às famílias, que anualmente rondam os milhares de euros”.

Entre esses apoios, constam benefícios nas tarifas da água e redução do imposto municipal sobre imóveis (IMI) às famílias numerosas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.