O anúncio decorreu durante a emissão do programa "Europe Shine A Light", produzido pela União Europeia de Radiodifusão (UER) e a televisão pública dos Países Baixos, como substituto do tradicional concurso, suspenso pela primeira vez nos seus 65 anos de história.

No passado mês de abril, o município de Roterdão tinha-se mostrado disposto a acolher a Eurovisão 2021, aprovando um aumento de 6,7 milhões de euros para o orçamento do evento.

Depois da vitória do holandês Duncan Laurence em Israel, em 2019, várias cidades dos Países Baixos apresentaram-se como candidatas para acolher o festival.

Roterdão foi a escolhida depois de analisada

Roterdão foi escolhida após a análise da "adequação técnica" da localização, as instalações circundantes e a contribuição financeira do município, referiram os organizadores.

Portugal iria estar representado na edição de 2020 com a canção “Medo de Sentir”, interpretada por Elisa e composta por Marta Carvalho.

O tema venceu a final do Festival da Canção, realizada em 7 de março, em Elvas.

Depois de já ter investido 15 milhões de euros no evento, cujo cancelamento foi anunciado em 18 de março, a câmara aprovou a verba adicional para cobrir os custos com o Centro de Congressos Ahoy, que iria acolher a 65.ª edição do festival, entre 12 e 16 de maio, e com segurança adicional.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.