O projeto "Futuro Já" pretende dar resposta a desafios que incidem "na necessidade de uma escola cada vez mais inclusiva", promovendo a "igualdade de oportunidades de formação e emprego para todos", adianta uma nota de imprensa do município de Leiria.

Esta iniciativa tem ainda como objetivo "prevenir riscos de marginalização que podem resultar da falta de saídas profissionais, uma vez finda a escolaridade obrigatória".

Segundo o município, o projeto "passa por estabelecer uma plataforma de partilha de informações relativas ao mundo do trabalho, do emprego e da formação profissional, procurando a integração pós-escolar de jovens” com necessidades educativas especiais.

A coordenação do protocolo é da responsabilidade do Município de Leiria e do Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira, podendo associar-se ao projeto, por convite, outros agrupamentos de escolas ou escolas de diferentes níveis de ensino, entidades públicas ou privadas que desenvolvam atividade na área da formação e do emprego.

A autarquia informa que já são associados do projeto “Futuro Já” a Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo, a Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, o Agrupamento de Escolas Henrique Sommer, o Instituto do Emprego e Formação Profissional, o CENFOR - Marinha Grande, o CEERIA - Centro de Educação Especial, Reabilitação e Integração de Alcobaça, a ACILIS - Associação de Comércio, Indústria e Serviços da Região de Leiria e NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.