Esta sexta-feira, 10 de fevereiro, o El Nacional publicou uma imagem de Alec Baldwin a imitar Donald Trump achando que estava a ilustrar corretamente o Presidente dos EUA. A imagem de "Drumpf", a personagem interpretada por Baldwin estava ao lado do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu. A peça tratava a posição de Trump sobre os colonatos israelitas.

O jornal já emitiu um pedido de desculpas e explicou o sucedido: "o El Nacional publicou sexta-feira uma fotografia do ator Alec Baldwin, que imita num programa de televisão o presidente dos Estados Unidos. A fotografia foi enviada nesse dia pela Associated Press (AP) como nome do ator e a informação sobre o programa, mas colocou-se como se fosse Trump, situação que passou despercebida a todos os que editaram a página 19. O El Nacional pede desculpa aos leitores e a todos os que se sentiram afetados pela publicação. O ator Alec Baldwin imita o presidente Trump no programa semanal Saturday Night Live, da cadeira de televisão NBC, uma das mais importantes dos Estados Unidos", pode ler-se no comunicado.

As imitações de Baldwin não passaram ao lado de Trump, que criticou o programa Saturday Night Live dizendo que este não tinha piada e exigindo uma cobertura mais imparcial. Baldwin respondeu com "dicas" para Trump ser um bom presidente. A troca de palavras aconteceu no Twitter, a rede social que Trump utiliza regularmente para expressar as suas opiniões, ideias e críticas.

Para já, nem Trump nem Baldwin reagiram ao incidente com o El Nacional.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.