De acordo com o documento enviado à agência Lusa, a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, que incorpora alguns dos arraiais mais frequentados das Festas de Lisboa, como Alfama ou a Mouraria, vai manter as restrições “quanto à emissão de ruído” e o sistema de som comum.

De acordo com a informação disponibilizada pela autarquia, “quanto à emissão de ruído, as ocupações devem encerrar às 23:00”, sendo exceções a noite de 12 para 13 de junho, na qual pode haver música “até às 04:00 de dia 13” e as sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado, cuja emissão de ruído pode ir “até às 02:00 da manhã do dia seguinte”.

A Junta de Santa Maria Maior avança ainda que “em todos os casos, as colunas de amplificação sonora devem ficar posicionadas de modo a que o som seja direcionado para áreas não habitacionais”.

Em consonância com o que aconteceu no ano passado, “não serão permitidos equipamentos de emissão sonora em Alfama”, porque vai existir um sistema de som “oficial”, instalado pela Junta.

Questionado hoje pela Lusa, aquando da apresentação das Festas de Lisboa, no Mercado de Arroios, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa considerou que “as restrições têm de ser vistas área a área, em função das características que cada zona tem”.

Fernando Medina acrescentou que “Santa Maria Maior tem uma característica” que a distingue de outras freguesias, no sentido de os arraiais se desenrolarem “precisamente no centro da zona residencial”.

“Naturalmente que aí haverá uma atenção maior, aprendendo com aquilo que já fizemos no ano passado e encontrar um equilíbrio mais sustentável entre a qualidade de vida e o direito ao descanso, que todos os moradores têm, mas também o caráter excecional que aquela semana dos arraiais tem na cidade”, concluiu.

Quando a medida foi implementada há um ano, os vendedores das bancas do arraial de Alfama, em Lisboa, concordam com a implementação de um sistema comum de som, mas alguns disseram que se sentiam prejudicados pela falta de música todos os dias.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.