Segundo o site da competição, além de ter conquistado o primeiro prémio da segunda edição do concurso, o maestro português ganhou também o troféu para “melhor interpretação Beethoven”, no evento organizado pelo Bulgária Hall, em cooperação com a Orquestra Nacional Artes, Orquestra Filarmónica Kodaly e Orquestra Sinfónica de Pazardjik.

Após várias rondas e entre cerca de 300 maestros, José Eduardo Gomes foi selecionado para a final, arrecadando o primeiro prémio, em concerto final na sala de concerto do Conservatório nacional de música de Sófia, na Bulgária.

Em segundo lugar ficou Almanzar Sebastian, da Colômbia, Zlatkov Svetlomir, da Bulgária conquistou o terceiro lugar e Jung Hyeju, da Coreia do Sul, o quarto prémio.

De acordo com a sua página pessoal na internet, José Eduardo Gomes é maestro titular da Orquestra Clássica da Faculdade Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), além de Professor na Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo do Porto, onde trabalha com as várias Orquestras.

Foi maestro titular da Orquestra Clássica do Centro, entre 2016 e 2018, maestro associado da Orquestra Clássica do Sul (2018/2019), maestro titular do Coro do Círculo Portuense de Opera, no Porto (2011 a 2017) e maestro principal da Orquestra Chambre de Carouge, na Suíça, (2008 a 2011).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.