O segundo volume da biografia de Jorge Sampaio, a publicar antes de abril próximo pela Porto Editora, incide no período em que foi Presidente da República.

Também por esta chancela será lançada a obra “A hope more powerful than the sea”, de Melissa Fleming, porta-voz do Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas (ACNUR). Segundo a editora Cláudia Gomes da Porto Editora, este livro “é uma dramática chamada de atenção para a situação por que passam milhares de sírios, na sua busca por paz e abrigo na Europa”.

Do catálogo da chancela fazem ainda parte as reedições de algumas obras fundamentais da literatura portuguesa como os livros "Caim", "Cadernos de Lanzarote - Diário III", "Claraboia", de José Saramago, e  "O Livro Grande de Tebas, Navio e Mariana" de Mário de Carvalho.

Sem avançar muitos detalhes, como autores ou títulos, o editor Manuel Alberto Valente adiantou que está ainda previsto o lançamento de um livro sobre Fátima e, em fevereiro ou março, o novo volume das memórias ex-Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

Pela PE serão publicados os novos romances de Luís Sepúlveda, "O fim da história", e João Pedro Marques, "Vento de Espanha", assim como do italiano Lorenzo Marone, "A tentação de sermos felizes".

Outra das novidades hoje divulgadas na sessão de apresentação do plano editorial do grupo é o regresso da coleção “Miniatura”, dos Livros do Brasil, que foi iniciada originalmente nos anos 1950. Desta coleção farão parte livros de ficção, clássicos e contemporâneos. Rosa Montero, Javier Cercas e John Steinbeck são os escritores que inauguram o relançamento da coleção, já este mês, com, respetivamente, “A louca da casa”, “Soldados de Salamina” e “A um deus desconhecido”.

Pela Sextante Editora será publicado “O segredo da modelo perdida”, o novo romance de Eduardo Mendoza, vencedor do Prémio Cervantes 2016 e "11 grandes entrevistas" de Carlos Cruz a grandes personalidades da política, das artes e da Igreja e que marcaram o anos de ouro da televisão portuguesa. Destaque ainda para a publicação da obra "O arquipélago Gulag", de "Aleksandr Soljenítsin, uma edição abreviada, num só volume, traduzida diretamente do russo por António Pescada.

A epopeia “Gilgamesh”, o mais antigo poema épico que se conhece, originário da Mesopotâmia, antiga região no Próximo Oriente que se situava entre os rios Tigre e Eufrates, é editado pela Assírio & Alvim, numa tradução erudita de Francisco Luís Parreira.

Por esta editora sairão ainda "Poesias completas & dispersos", de Alexandre O'Neill, que incluem 40 poemas dispersos e alguns inéditos, "Poesia completa", de Eugénio de Andrade, e títulos de José Almada Negreiros, Fernando Pessoa e Manuel António Pina.

“O nó da culpa”, de Filipe Batista, romance vencedor no ano passado do Prémio Literário Maria Amália Vaz de Carvalho, na categoria de Jovens Talentos, vai ser editado pela Coolbooks, foi também hoje anunciado.

As novidades editoriais para o primeiro semestre deste ano foram esta quinta-feira apresentadas no Museu de História Natural, em Lisboa. O Grupo Porto Editora projeta publicar 90 títulos pelas suas seis chancelas: Porto Editora, Assírio & Alvim, Sextante Editora, Livros do Brasil, Albatroz e Coolbooks.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.