O presidente da Câmara, Hernâni Dias, considerou, na apresentação do programa, que o evento é já uma marca de Bragança, apresentando dados de 2017 com subidas dos números de turistas, dormidas e hóspedes.

Durante o período das festividades, “mais de 70 mil pessoas” passaram pela Praça Camões, o local, na zona histórica onde se concentram as diversões, nomeadamente a pista de gelo com o registo de mais de 17.600 patinadores, em 2017, segundo dados da autarquia.

A cidade com pouco mais de 20 mil habitantes prepara-se para mais uma edição da “Bragança, terra Natal e de Sonhos”, que arranca no sábado com a tradicional chegada do Pai Natal e o acender da iluminação pública alusiva à época, que absorve 55 mil euros do orçamento global, como explicou o autarca.

No mesmo dia abre a pista de gelo coberta, com 300 metros quadrados, com cada entrada para 20 minutos de diversão a custar um euro e as receitas a reverterem mais um ano, na totalidade, para os bombeiros do concelho, nomeadamente as corporações de Bragança e Izeda.

Também na praça Camões haverá Mercadinho de Natal com iguarias da época e, ao lado, na praça da Sé, a Banca na Praça regressa todos os sábados, com produtos da terra.

O programa das festas vai além do centro histórico da cidade, com várias atividades nos equipamentos públicos, desde o teatro aos museus e bibliotecas.

O desporto marca também esta quadra com iniciativas como “Natal a Pedalar Solidário” que angaria roupa e brinquedos para as crianças da Obra Kolping de Bragança, ou o “Trail Urbano Noturno Solidário” para apoiar a Santa Casa da Misericórdia de Bragança.

O “Bragança, Terra Natal e de Sonhos” tem a parceria de várias entidades do concelho e tem, segundo o promotor, dinamizado este território com reflexos na procura turística.

Segundo dados divulgados pelo município, o número de dormidas aumentou “124%” em 2017, no período entre 01 de dezembro e 06 de janeiro.

A procura reflete-se também nos equipamentos culturais com um “aumento de 74% do número de visitantes dos museus da cidade”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.