O Douro Creative Hub pretende servir de rampa de lançamento para a criação do polo das indústrias criativas do Douro. Estas atividades têm origem na criatividade, capacidade e talento individuais e, neste setor, incluem-se áreas como o artesanato, artes, 'design', música, publicidade, comunicação, moda, cinema, teatro ou arquitetura.

Entre os objetivos do Douro Creative Hub está a identificação dos criativos da região.

“Após mais de seis meses de levantamento, identificação e caracterização dos criativos do Douro, este trabalho encontra-se na fase final de conclusão pelo que importa ouvir os próprios criativo sobre algumas das observações, informações e considerações”, referiu hoje, em comunicado, o gestor do projeto, João Calejo.

No dia 5 de dezembro, em Vila Real, o Douro Creative Hub vai apresentar publicamente um esboço do documento estratégico para a criação do polo de indústrias criativas, baseado nos dados recolhidos no levantamento dos criativos, ficando a proposta preliminar disponível para consulta pública.

Pelos 19 municípios que integram a NUTS III Douro foram identificados 460 criativos por conta própria, entre artesãos, empresas, associações, projetos e equipamentos culturais e instituições de ensino com cursos ligados às indústrias criativas.

O levantamento dos criativos do Douro vai constar de um livro que será apresentado e distribuído gratuitamente durante o Mercado Criativo, a realizar em março, outra das ações previstas no Douro Creative Hub.

Este projeto surgiu em 2017, na sequência de um desafio lançado “pela sociedade civil” à UTAD, para a apoiar na criação de um polo de indústrias criativas.

“A UTAD respondeu positivamente dando corpo e cofinanciando, com o apoio do NORTE 2020, ao Douro Creative Hub, que visa, além de dinamizar as indústrias criativas na região, criar um conjunto de informações base que possam ajudar à constituição desse polo”, salientou João Calejo.

O responsável referiu que “cabe agora aos criativos da região decidirem do interesse, modelo, e pertinência de tal ‘estrutura’, pelo que esta é a fase de ‘devolver’ aos criativos da Região do Douro o seu desafio”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.