Chama-se “O mundo está cheio de pessoas assim” e foi a primeira vez que, em Portugal, foi lançada uma campanha contra a abstenção a partir de um movimento da sociedade civil. A campanha foi desenvolvida no âmbito do Festival Política que decorreu no Cinema São Jorge, em Lisboa, nos dias 21 e 22 de abril.

O filme foi "encontrado nas redes sociais em plena campanha para a segunda volta das presidenciais" pelo "Culture Pub", um 'site' francês que nasceu de um programa televisivo que durante mais de 20 anos se dedicou à análise do universo da publicidade, nomeadamente de "spots dedicados às grandes causas".

"É uma publicidade que tem um forte eco em França neste momento. Nesta última etapa antes do Eliseu, há o risco de um partido de extrema-direita com uma certa ideologia ganhar. A mensagem é clara: no 'spot', o senhor é homofóbico, xenófobo, tem muitas ideias simplistas, mas muito perigosas", disse à Lusa Florence Illemassene, responsável da documentação do Culture Pub.

Além de ter sido publicado diretamente no site francês, o filme foi também partilhado na página da rede social Facebook do Culture Pub com a mensagem "Este filme português calha mesmo bem! Votar ou não votar? A questão nem se devia colocar?", tendo provocado mais de 200 comentários.

"Com o que se passa hoje em dia em França, e no mundo - basta olhar para os Estados Unidos - pensámos que era importante partilhar o vídeo em França, mostrar que em Portugal tinha sido feita uma campanha contra a abstenção, que apelava ao voto. Considerámos que era uma boa forma de combater a abstenção ao mostrar que não votar é dar a voz a pessoas como o senhor do filme", acrescentou a responsável.

O filme, realizado por Gonçalo Franco, apresenta um personagem racista, xenófobo, misógino e homofóbico e termina com a frase "O mundo está cheio de pessoas assim. Sempre que te absténs, são elas a decidir por ti".

Florence Illemassene sublinhou que "não é a primeira vez que Portugal dá cartas em grandes campanhas", lembrando que, em 2001, um vídeo contra o racismo intitulado "Despicable" teve perto de meio milhão de visualizações.

A França vai a votos no próximo domingo, 07 de maio, na segunda volta das eleições presidenciais que vai opor Emmanuel Macron, candidato centrista do movimento 'Em Marcha!', a Marine Le Pen, da extrema-direita e representante da Frente Nacional.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.