No entanto, ao Público, João Ferreira de Almeida, presidente da Associação de Apoio Domiciliário de Lares e Casas de Repouso de Idosos (ALI) explica que os números da Segurança Social não se traduzem efetivamente no encerramento das infraestruturas: “Quando a Segurança Social diz que encerrou 100 lares, não encerrou de facto, porque a maioria são ordens não cumpridas”.

A Segurança Social realizou 1.815 ações de fiscalização desde o início de 2020, até abril deste ano, que resultaram na ordem de encerramento dos 131 lares em situação irregular.

Em 2020 e nos quatro primeiros meses deste ano foram identificados 917 lares sem condições ou licenciamento — são em média cerca de 25 fiscalizações por semana em todo o país. Recuando a 2015, houve nestes seis anos ordens para fechar 670 lares sem licença ou sem condições.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.