O homem, de 70 anos, tentou subornar o militar da GNR para não ser penalizado pelo crime de violência doméstica, mas acabou por ser condenado a uma pena de 26 meses de prisão — suspensa pelo mesmo período caso cumpra um plano de readaptação social — por tentativa de suborno.

A sentença foi proferida pelo Tribunal de Amarante, escreve o diário.

O septuagenário foi, no entanto, absolvido do crime de violência doméstica por falta de provas. A esposa remeteu-se ao silêncio, pelo que não foi possível provar que esta tenha sido alvo de ofensas e ameaças ao longo dos 45 anos de casamento.

Na acusação, o Ministério Público dá conta de um homem com "uma personalidade muito autoritária e possessiva", que não apenas insultava como ameaçava frequentemente a esposa, muitas vezes com recurso a armas que usava para caçar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.