O fogo começou na sexta-feira em Alvaiázere, distrito de Leiria, e tinha sido dado como dominado, mas reativou na manhã de sábado e obrigou ao corte da A13.

A A14 (Autoestrada do Baixo Mondego), que no sábado estava encerrada nos dois sentidos ao quilómetro 32, foi reaberta hoje às 03:00 horas, disse à Lusa fonte do Comando Nacional da GNR.

O encerramento da A14 foi motivado por um incêndio em Cantanhede, no distrito de Leira, que teve início na tarde de sexta-feira.

No sábado, um novo máximo de incêndios foi registado em Portugal, com 268 ocorrências, que mobilizaram 6.553 operacionais, sendo que pelas 09:00 os fogos nos concelhos de Ferreira do Zêzere e Tomar eram os mais preocupantes, segundo a Proteção Civil.

Em curso, dominadas ou em vigilância, pelas 09:00, existiam 510 ocorrências, as quais estavam a mobilizar 3.079 operacionais.

Patrícia Gaspar afirmou que o final da tarde e início da noite de sábado foram especialmente “complicados e difíceis” para os bombeiros, nomeadamente na zona centro, tendo sido acionados um Plano Distrital de Emergência (Coimbra) e quatro Planos Municipais de Emergência.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.