De acordo com o último balanço da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), entre 01 de janeiro e 31 de maio deste ano registaram-se mais 2.677 acidentes do que em período homólogo, um aumento que se repetiu nos feridos graves, que cresceram para 15.274 (mais 48).

Já o número de mortos baixou no período homólogo para 182 (menos três) e o de feridos graves caiu para 705 (menos 110).

O balanço da ANSR, que reúne dados da GNR e PSP, indica ainda que só na última semana do mês de maio (entre os dias 22 e 31), morreram nas estradas 18 pessoas e 53 ficaram feridas com gravidade em acidentes.

O distrito que mais acidentes registou foi o de Lisboa (10.870), seguido do Porto (9.799), Braga (4.558), Aveiro (4.545) e Setúbal (4.189).

Já o número de mortos foi maior em Setúbal (26), seguido dos distritos de Lisboa (22), Porto (19), Santarém (16) e Faro (14).

Nos feridos graves, o distrito que maior valor apresenta nos primeiros quatro meses do ano é o de Lisboa (92), seguido de Santarém (82), Faro e Porto (67) e Leiria (54).

No espaço de um ano (entre 01 de junho de 2017 e 31 de maio de 2018) o número de mortos nas estradas subiu para 507 (mais 38), enquanto o de feridos graves baixou para 2.088 (menos 70).

Os dados da Segurança Rodoviária dizem respeito aos mortos cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.