Em comunicado, o executivo açoriano refere que a secretaria regional da Agricultura e Florestas dos Açores e a Associação Agrícola da Ilha das Flores estão a avaliar “a melhor forma de assegurar, no mais curto espaço de tempo, transporte marítimo exclusivo para a saída de bovinos, em vida, a partir desta ilha”, sendo a mesma viagem aproveitada para o envio de alimentos para os animais da ilha das Flores.

A medida extraordinária pretende garantir “o escoamento, no mais curto espaço de tempo, de cerca de 1.000 animais até ao final do ano e reduzir a pressão sobre os alimentos disponíveis atualmente na ilha das Flores, cujas pastagens foram fortemente afetadas pela salinidade, em virtude da passagem do furacão “Lorenzo” pelos Açores”.

Esta operação acresce “à disponibilidade de transporte marítimo que já está a ser disponibilizada, através do tráfego local, aos agricultores florentinos” e estará condicionada pela operacionalidade do porto, que poderá ser afetada pelas condições meteorológicas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.