Às 16:00, a afluência às urnas era de 29,29 por cento, segundo dados da Direção Regional de Organização e Administração Pública (DROAP).

No universo de 228.160 eleitores, votaram 66.825 até àquela hora, de acordo com a informação da DROAP.

Segundo esta direção regional, há quatro anos, até às 16:00, 34,37 por cento dos eleitores tinham exercido o direito de voto nas legislativas regionais.

Nas eleições regionais de 2008, a abstenção registou a maior taxa de sempre neste tipo de sufrágio, com 53,34% dos 192.943 eleitores a não votarem.

Há quatro anos a abstenção situou-se nos 52,14%.

No ato eleitoral não houve registo de incidentes, segundo o delegado nos Açores da CNE, José Vicente, que realçou a normalidade do sufrágio.

Há contudo duas queixas, uma da CDU, por alegada manipulação do símbolo da coligação (PCP-PEV) nos boletins de voto, e outra contra o presidente da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe, na Ribeira Grande, ilha de São Miguel, devido ao alegado transporte de eleitores.

Um total de 228.160 eleitores, mais 3.033 do que no sufrágio de 2012, estavam inscritos para escolher os 57 deputados da Assembleia Legislativa Regional.

Concorreram às eleições 13 forças políticas: PSD, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Livre, PAN, PCTP/MRPP, PURP, MAS, MPT e PDR.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.