O anúncio oficial foi feito durante a 13.ª Assembleia Geral do WCCE, que decorreu este mês na Bolívia, tendo a candidatura do português, apresentada pela Ordem dos Engenheiros de Portugal, sido "o reconhecimento mundial da engenharia portuguesa", refere a Universidade do Porto na sua página oficial.

Na nota, Adão da Fonseca é descrito como "um dos mais reconhecidos engenheiros civis portugueses" e são também destacados os projetos que liderou, como a "Ponte Infante Dom Henrique no Porto, a Ponte Pedro e Inês em Coimbra e o Pavilhão do Conhecimento em Lisboa"

O "Excellence Award for Civil Engineering" surgiu pela primeira vez em 2010 e é atribuído de dois em dois anos "a personalidades que se distingam pelas contribuições no campo teórico prático e público" e vai ser entregue a Adão da Fonseca na próxima Assembleia Geral do WCCE, em setembro do próximo ano, em Lisboa.

Licenciado em Engenharia Civil na Faculdade de Engenharia da U.Porto (1971), fez o doutoramento em Engenharia de Estruturas no Imperial College of Science and Technology, na Universidade de Londres, em 1980.

Com um percurso académico desde sempre ligado à FEUP, chegou ao topo da carreira como professor catedrático, tendo sido responsável pela Secção de Estruturas do Departamento de Engenharia Civil.

Foi presidente nacional do Colégio de Engenharia Civil da Ordem dos Engenheiros no triénio 1995-1998, presidente do ECCE – European Council of Civil Engineers no quadriénio 1998-2002 e membro do Conselho Consultivo do Instituto Português do Património Arquitectónico em 2004 e 2005.

Foi professor catedrático na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e responsável pela Secção de Estruturas

Atribuído pela primeira vez em 2010, durante a 5.ª Assembleia Geral do Conselho Mundial de Engenheiros Civis, o denominado “Jose Medem Civil Engineering Excellence Award” é um galardão atribuído de dois em dois anos a personalidades que se distingam pelas suas contribuições no campo teórico, prático e público da engenharia civil.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.