“Se for primeiro-ministro a partir de março, como espero, com a confiança dos portugueses, será uma das primeiras decisões que nós vamos tomar, é esta de escolher a localização do novo aeroporto e de encetar todos os procedimentos para a sua execução. Naturalmente com o desejo de que o principal partido na oposição, que antecipo que seja o PS, também possa colaborar connosco”, defendeu Luís Montenegro em declarações aos jornalistas após uma reunião com o bastonário da Ordem dos Médicos, em Lisboa.

O líder social-democrata, para quem a decisão deve ser tomada pelo próximo Governo após as eleições legislativas de 10 de março, anunciou que o PSD vai criar “ainda hoje” um grupo de trabalho interno para acompanhar este “e outros projetos de infraestruturas” e que visa “dialogar com o Governo” e com os partidos da oposição, em particular com o PS.

“Para podermos estar em condições, ato imediato à instalação de um novo Governo e de uma nova Assembleia da República, de desenvolver, concretizar, levar ao terreno os objetivos de criação infraestrutural, de capacidade para servir a sociedade e a economia portuguesa, e o novo aeroporto é um desses elementos”, acrescentou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.