A demissão pode provocar uma crise política afetando o processo de criação de um novo governo, antes mesmo de ter começado o processo negocial.

Gom van Strien, do Partido da Liberdade de Geert Wilders, foi nomeado na semana passada para negociar possíveis coligações.

Hoje já se deveria ter encontrado com Geert Wilders e outros líderes partidários, mas as reuniões foram canceladas.

Van Strien negou qualquer irregularidade depois de os meios de comunicação social terem noticiado que estava envolvido num caso de fraude.

Mesmo assim, emitiu uma declaração afirmando que “a agitação que surgiu o sobre o assunto” dificultaram o trabalho de procura de uma coligação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.