"Todos devem ter o seu seguro de saúde", defendeu o líder da Aliança no encerramento do I Congresso do partido, que decorreu em Évora.

Pedro Santana Lopes recordou que cerca de metade dos portugueses não têm sequer rendimentos que lhe permitam pagar IRS, pelo que no acesso aos seguros de saúde "precisam de ser apoiados".

É preciso "mudar a estrutura de financiamento do Serviço Nacional de Saúde", acentuou o presidente da Aliança e ex-primeiro-ministro, concluindo: O SNS, assim como está, não dá".

"Temos de generalizar os seguros de saúde", preconizou, numa altura em que os partidos políticos debatem no parlamento a lei de bases da saúdem concluindo que "é insustentável que só os ricos possam escolher entre o serviçe público e o serviço privado de saúde".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.