Em julho, o regulador desenvolveu um estudo para avaliar o desempenho dos serviços móveis, de voz e dados, disponibilizados pelos operadores MEO, NOS e Vodafone no serviço Alfa Pendular da CP, prestados em 2G, 3G e 4G.

O trabalho de campo foi realizado em toda a extensão do eixo ferroviário Braga-Porto-Lisboa-Faro.

“O serviço de voz apresenta um desempenho global fraco, observando-se muitas áreas onde não é possível estabelecer ou manter as chamadas, com um melhor desempenho por parte do operador Vodafone e um pior desempenho por parte dos operadores MEO e NOS”, indicou, em comunicado, a Anacom.

Destacam-se, pela negativa, os troços Trofa-Porto/Campanhã, Santarém-Carregado e Funcheira/Ourique-Tunes, “onde nenhum dos três operadores apresenta bons desempenhos no serviço de voz”.

No que se refere aos serviços de dados, de uma forma geral, o serviço de transferência de ficheiros “apresenta adequada capacidade de estabelecimento e retenção de sessões de dados”.

Por sua vez, os serviços de navegação na internet e ‘YouTube vídeo streamning’ e a “verificação da latência de transmissão de dados”, apresentam uma “degradação” destas capacidades.

Já nas sessões de transferências de ficheiros verificaram-se “razoáveis velocidades médias globais de transferência de dados”, observando-se ainda diferenças de desempenho entre os operadores.

“Os serviços de navegação na internet e ‘YouTube vídeo streaming’ e também a latência de transmissão de dados, “apresentam desempenhos inferiores face à transferência de ficheiros, observando-se algumas diferenças entre operadores”, acrescentou.

Por troço, destacam-se, também pela negativa, Pombal-Fátima, Fátima-Entroncamento, Santarém-Carregado e Funcheira/Ourique-Tunes onde nenhum dos operadores tem bons desempenhos nos serviços de dados.

No âmbito desta análise, solicitada pela CP, foram realizadas 1.462 chamadas de voz e 8.916 sessões de dados, o que corresponde a aproximadamente 487 chamadas de voz e 495 sessões de dados por indicador e operador, numa extensão de 2.800 quilómetros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.