O governante considerou que estes testes vão permitir conhecer o grau de imunidade da população e são “um instrumento que permitirá gerir muito melhor” a pandemia de covid-19, que já fez 35 mortos num país em que cerca de 11% dos habitantes são portugueses.

Estão ainda identificados 464 casos de infeção com o novo coronavírus, sendo que 428 pessoas se encontram em isolamento e apenas 36 estão hospitalizadas, das quais 19 em unidades de cuidados intensivos.

Apesar da medida hoje anunciada, Joan Martínez Benazet reiterou a importância da manutenção das medidas de proteção, apelando a uma utilização correta das máscaras, higienização regular e cuidada das mãos e distanciamento social como estratégias de contenção face à disseminação do SARS-CoV-2.

“Estas medidas devem ser tomadas até ao extremo e adotadas como um hábito”, afirmou o ministro, explicando que estão a ser ultimados os procedimentos de seleção e marcação para a realização dos testes, algo que poderá ser feito posteriormente pela Internet e pelo telefone.

O anúncio da medida do governo deste pequeno estado nos Pirenéus ocorre um dia depois de a Organização Mundial de Saúde (OMS) ter aconselhado prudência na realização de testes serológicos como forma de controlar o avanço da pandemia da covid-19. O diretor do programa de emergências sanitárias da organização, Michael Ryan, alertou que estes testes carecem ainda da sensibilidade necessária para darem garantias de imunidade.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 154 mil mortos e infetou mais de 2,2 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 497 mil doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.