O SNMMP entregou um novo pré-aviso de greve para o período compreendido entre os dias 07 e 22 de setembro, desta vez ao trabalho extraordinário e aos fins de semana.

O encontro entre o sindicato e associação patronal realiza-se ao início da tarde na Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, que tem mediado o conflito laboral.

Os representantes dos trabalhadores e os das empresas deverão apresentar as respetivas propostas para os serviços mínimos que consideram adequados à greve prevista para setembro.

Caso não haja entendimento entre as partes, terá de ser o Governo a definir os serviços mínimos.

Mas o ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, já manifestou a convicção de que “há cada vez mais condições” para que a greve dos motoristas não se concretize.

A greve dos motoristas de matérias perigosas, que levou o Governo a adotar medidas excecionais para assegurar o abastecimento de combustível, terminou no dia 18, ao fim de sete dias de protesto, depois de o SNMMP a ter desconvocado.

O Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias, que iniciou a paralisação com o SNMMP, desvinculou-se da greve ao quarto dia e vai regressar às negociações com a associação empresarial a 12 de setembro.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.