"É bom que os apoios cheguem e cheguem rápido, é bom que não aconteça aqui como aconteceu no Soito [concelho do Sabugal] no ano passado, em que as pessoas ainda não receberam as verbas", afirmou Assunção Cristas no final de uma visita à localidade de Casal de São Simão.

A líder dos centristas, que durante a manhã se reuniu com as corporações de bombeiros Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos e posteriormente com os presidentes desses municípios, adiantou que o CDS-PP está empenhado em acompanhar de perto o evoluir da situação.

"Estamos precisamente a testemunhar esse trabalho que já começa a ser feito e, da nossa parte, fica o compromisso de acompanhar de perto, em Lisboa, mas também com visitas a este território, para falar com as pessoas e ver como é que as coisas estão a evoluir", frisou.

Cristas deixou ainda uma nota positiva: "Há zonas verdes, esta é uma região de turismo ligada à natureza. Podemos ajudar vindo cá visitar e desfrutar das zonas bonitas que continuam no território. Esse é um apelo ao qual também me junto".

A líder do CDS-PP apelou ainda para que as pessoas não deixem de fazer as férias neste território, onde ainda há muito verde para ver.

Quanto à questão estrutural, disse que o CDS-PP contribuirá para que os mecanismos que já existiam possam ser bem executados e outros possam ser criados.

"Depois há outro aspeto que é esclarecer tudo o que se passou aqui, nas questões técnicas e na questão das responsabilidades politicas. Estaremos com uma grande atenção a tudo aquilo que se passa no terreno e que não se repitam os maus exemplos de verbas prometidas que depois não chegam as populações", concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.