O Facebook ativou o serviço de Verificação de Segurança possibilitando a quem estava no local informar rapidamente, familiares e amigos, de que se encontrava em segurança.

À semelhança do que se passou nos atentados de Paris, em novembro de 2015, no Twitter, através das hashtags #PorteOuverteNice ou #PorteOuverte, a população voltou a oferecer uma “porta aberta” a quem precisasse de um lugar seguro para pernoitar ou receber consolo.

Familiares e amigos de desaparecidos recorreram também à hashtag #RecherchesNice, com fotos e dados pessoais, em busca de informações sobre os seus entes queridos.

No Twitter, existe ainda uma conta – AideEtRecherche - que agrupa todos os pedidos de ajuda partilhados pelos utilizadores.  Através de hashtags como #NiceAttack, #PrayForNice ou #Nice06, são muitos os utilizadores que condenam os atentados e prestam tributo às vítimas.

O balanço dos acontecimentos, contactos de emergência, informações às comunidades portuguesas em França ou as declarações do Presidente Francês, François Hollande, podem ser acompanhados nas contas da Polícia francesa, da Diplomacia Francesa, do Palácio do Eliseu e da República Portuguesa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.