Os dois sismos de magnitude 4,8 tiveram lugar às 08:35, um com o epicentro no mar, a sul da ilha de La Palma, e o outro no cume do vulcão Cumbre Vieja, no município de Villa de Mazo, que entrou em atividade em 19 de setembro último.

O primeiro dos sismos foi detetado a uma profundidade de 24 quilómetros, atingiu a intensidade IV-V (de um máximo de XII) e foi sentido em toda a ilha, assim como nas mais próximas, enquanto o segundo, a uma profundidade de 34 quilómetros, com uma intensidade máxima de IV, também foi sentido em toda a ilha.

Dos 47 sismos detetados durante as primeiras horas de hoje em La Palma, 33 foram na localidade de Fuencaliente e 14 na de Mazo, tendo a profundidade variado entre 10 e 38 quilómetros.

Entretanto, o Consórcio de Compensação de Seguros já pagou quase 53 milhões de euros de compensação às pessoas afetadas pela erupção do vulcão em Cumbre Vieja, revelaram fontes desta organização à agência noticiosa espanhola Efe.

O montante corresponde a 237 casas, pelas quais foram pagos 47,32 milhões de euros; 33 automóveis, pelos quais foram pagos 138,66 mil de euros; 12 lojas e escritórios (5,04 milhões de euros) e duas indústrias (404.667 euros).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.