“A minha opção está há muito tomada. Votarei em José Luís Carneiro. Não desvalorizo as grandes qualidades do seu adversário, mas creio que José Luís Carneiro é o que melhor representa a moderação, a prudência e a capacidade de diálogo tão indispensáveis para combater os populismos”, lê-se numa mensagem escrita que foi divulgada numa ação de campanha realizada hoje em Paredes, no distrito do Porto.

Às eleições para a liderança do PS, que vão decorrer nos dias 15 e 16, concorrem também Pedro Nuno Santos e Daniel Adrião.

Na mensagem lida pelo militante José Ribeiro, que desempenha o cargo de presidente da Câmara de Valongo, Augusto Santos Silva acrescentou que José Luís Carneiro “é o que mais bem se situa na tradição do PS como um partido da esquerda democrática, com uma linha política própria, aberto aos acordos que sejam necessários, mas sem partir de obsessões frentistas”.

Assinala, por outro lado, que o atual ministro da Administração Interna é o que “acumula maior experiência executiva, no Governo e nas autarquias, onde sempre se notabilizou pela proximidade às pessoas, a ponderação e o sentido de serviço público”.

A terminar, Augusto Santos Silva recordou que, após as eleições para secretário-geral, todos os militantes estarão unidos em torno do novo líder, mas defendeu que um partido democrático, como o PS, constrói a sua unidade através do debate interno, livre, feito às claras, à vista dos militantes e dos eleitores e com base nas ideias e personalidade de cada um”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.