Diamantino Sabina falava na assinatura do contrato de comodato e cedência, a título gratuito, de uma viatura pela Câmara de Estarreja à Guarda Nacional Republicana (GNR), tendo em vista o reforço da mobilidade e melhoria operacional daquela força na área do município.

“É pena que as câmaras se tenham de substituir ao Estado para melhor equipar as nossas forças policiais mas, assim sendo e tendo a câmara essa disponibilidade, cá estamos para o fazer, porque sabemos que é de grande interesse para comunidade e para a melhor segurança dos cidadãos de Estarreja”, declarou o presidente da Câmara de Estarreja.

Diamantino Sabina manifestou a sua satisfação pelo reforço que a viatura vai significar no patrulhamento da área do município, após ter ouvido o comandante territorial da GNR de Aveiro, tenente-coronel Maximiano Alves, dar conta do envelhecimento dos meios de que dispõe aquela força.

“Não tenho dúvidas de que assim se consegue uma maior mobilidade da GNR, acrescentando essa segurança tão necessária e que primamos por ter”, disse o autarca.

Para o comandante territorial da GNR de Aveiro, as parcerias entre as câmaras municipais e a Guarda “são uma mais-valia e um contributo muito útil para a atividade operacional”.

“Vem suprir algumas lacunas porque o poder central não consegue chegar a todo lado e ao nível local vamos conseguindo esta contribuição e apoio dos municípios. Neste caso é com Estarreja e para nós é com grande satisfação que recebemos uma viatura para prestar serviço na área do município, para podermos dar mais segurança à sociedade, que é para isso que existimos”, declarou.

O comandante destacou a utilidade do contributo da viatura cedida em comodato, dado que a GNR tem viaturas “muito gastas e com muita quilometragem”, permitindo assim “dotar o posto de Estarreja como uma maior capacidade operacional, para prestar apoio à segurança das pessoas e bens”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.