O SAPO24 iniciou esta terça-feira, a publicação de uma série de entrevistas no âmbito da cobertura das Eleições Autárquicas 2021.

O critério seguido para a escolha de entrevistados, na impossibilidade objetiva de conversar com todos os candidatos a cada um dos 308 municípios portugueses, baseou-se em fatores de diversa ordem.

Para começar, pareceu-nos importante que todo o país estivesse representado (norte, centro, sul e ilhas). Teríamos assim uma lista que não deveria exceder os 11 municípios, número de dias até final da campanha, uma vez que sábado, dia 25, é dia de reflexão e domingo, dia 26, o dia de voto.

Pela sua dimensão e pela importância óbvia a nível nacional, Lisboa e Porto foram os dois primeiros concelho escolhidos. No que respeita à maior autarquia do país, Lisboa, apesar de todas as nossas tentativas e flexibilidade de agenda, não tivemos resposta em tempo útil do atual presidente, Fernando Medina, tendo por isso a batalha autárquica na capital ficado espelhada na entrevista com Carlos Moedas, candidato do PSD e apoiado por uma coligação de partidos. Seguiram-se Oeiras, um dos conselhos mais ricos do país, e Gaia, o terceiro mais populoso. Almada, Figueira da Foz, Funchal e Peniche aparecem como quatro concelhos onde a batalha autárquica será renhida, assim como em Serpa e Ponte de Lima as sondagens mostram que poderão existir mudanças devido à chegada de novos partidos ou grupos de cidadãos, Castro Marim porque é considerado um dos municípios mais bem geridos e tem à sua frente um dos presidentes mais antigos, agora no seu último mandato. Neste município, o SAPO24 contactou também Rosa Nunes, candidata do Partido Socialista à câmara de Castro Marim, para uma entrevista no âmbito da cobertura das eleições autárquicas de 26 de Setembro, mas a candidata não teve disponibilidade.

Por último, considerámos importante que os entrevistados representassem os diversos partidos com assento parlamentar - tendo em linha de conta que entrevistámos sempre o candidato no poder (ou o seu sucessor, no caso de limitação de mandatos ou de a escolha do partido ser outra) e o principal candidato da oposição (que pode ser o segundo partido mais votado ou o candidato mais bem posicionado de acordo com as sondagens ou o que poderá baralhar mais as contas).

Estes critérios excluiriam à partida três partidos: Bloco de Esquerda, Iniciativa Liberal e PAN. Por este motivo, pedimos a cada um que nos apontasse os concelhos onde acreditam que terão mais hipótese de ter uma boa votação ou, em alternativa, uma conversa com o seu líder para falar de estratégia. Assim, entrevistaremos o Candidato da IL a Viseu, Joana Mortágua, candidata a Almada, e Inês de Sousa Real, porta-voz do PAN.

A série de entrevistas poderá ser lida aqui.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.