“A Iniciativa Liberal vem protestar veemente contra forma de fazer campanha da candidatura de Pedro Calado, da coligação PSD/CDS”, declarou o cabeça de lista desta força partidária à agência Lusa.

Duarte Gouveia apontou que a candidatura do PSD/CDS, “se faz acompanhar no porta a porta de representantes do Governo Regional [da Madeira de coligação PSD/CDS], que fazem no momento a recolha de pedidos dos munícipes para os mais diversos assuntos”.

O cabeça de lista do IL à Câmara do Funchal mencionou que Pedro Calado (PSD/CDS) “anteriormente já tinha dito que fazia acordos com os CTT, com juntas de freguesia, sem ter mandato para tal”.

“E agora fazem mais, têm representantes do Governo Regional, serviços do Governo Regional a fazer campanha”, vincou.

Duarte Gouveia argumentou que “as regras são claras e iguais para todos”, pelo que “as empresas não podem intervir na campanha, não podem favorecer nenhuma candidatura” e “também não pode o Governo Regional participar e favorecer uma campanha”.

“Tem que haver uma clara distinção entre Governo e partido”, sublinhou.

O candidato liberal realçou que “os representantes do Governo Regional têm do dever de especial neutralidade em todo o processo eleitoral autárquico”.

Por essa razão, “não pode haver serviços do Governo Regional a acompanhar uma campanha, a recolher os pedidos que os munícipes vão fazendo”, realçou.

O cabeça de lista do IL enfatizou que esta é uma situação “absolutamente iliberal”.

“Isto não é aceitável. Nenhuma democracia aceita comportamentos destes e, por isso, o nosso veemente protesto”, concluiu.

Nas eleições autárquicas do próximo domingo apresentam-se ao eleitorado no Funchal, o principal e mais populoso concelho da Madeira, nove candidaturas - três de coligações e seis de partidos.

Nesta corrida eleitoral estão a coligação Confiança (PS, BE, PAN, MPT e PDR), a constituída por PSD/CDS, a CDU (PCP/PEV) e os partidos Chega, PTP, PPM, IL e JPP .

Os cabeça de lista são o atual presidente, Miguel Silva Gouveia, pela coligação Confiança (PS/BE/PAN/MPT/PDR), Pedro Calado (PSD/CDS-PP), Edgar Silva (CDU, coligação que integra o PCP e o PEV), Bruno Berenguer (JPP), Raquel Coelho (PTP), Duarte Gouveia (Iniciativa Liberal), Tiago Camacho (Livre), Miguel Castro (Chega) e Américo Silva Dias (PPM).

O atual executivo camarário é composto por seis elementos da coligação Confiança (PS, BE, MPT, PDR e Nós, Cidadãos!), quatro do PSD e um do CDS-PP.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.