No seu discurso semanal difundido pela Casa Branca, Obama apontou os ex-combatentes como um exemplo da união perante as divisões que por vezes estalam na política do país.

“Este fim de semana, enquanto procuramos forma de resolver as nossas diferenças, atentemos aos princípios mais importantes do que política”, declarou, um dia após o Dia dos Veteranos, criado para homenagear veteranos dos Estados Unidos.

O Presidente descreveu o exército como “uma equipa unida, em que uns cuidam dos outros” e também como “uma das instituições mais diversificadas”, representativa de todos os cantos do país, com imigrantes, soldados nascidos nos Estados Unidos, os cristãos, muçulmanos, judeus e ateus.

Sem referir a eleição como novo Presidente do republicano Donald Trump nem as manifestações de protesto contra a sua eleição, o democrata Obama apelou aos valores de solidariedade e patriotismo dos cidadãos norte-americanos.

Donald Trump venceu na terça-feira as eleições presidenciais norte-americanas, recolhendo 279 mandatos do colégio eleitoral, contra 228 de Hillary Clinton.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.