As audições relativas à integração de trabalhadores precários da RTP foram pedidas através de requerimento dirigido ao presidente da Comissão Parlamentar de Trabalho e Segurança Social, ao abrigo das disposições regimentais e constitucionais.

No documento, os deputados do BE José Soeiro e Jorge Campos lembram que foi hoje enviada ao Governo uma carta, assinada por 173 trabalhadores precários da RTP, na qual questionam o facto de nenhum deles ter ainda sido integrado nos quadros da empresa, apesar de várias dezenas deles já terem parecer positivo da Comissão de Avaliação Bipartida (CAB), que avaliou as suas candidaturas ao processo de regularização (PREVPAP).

Os deputados do BE citam ainda a carta hoje enviada ao Governo para salientar que “vários trabalhadores viram os tribunais reconhecer o seu vínculo com a RTP como sendo um contrato de trabalho”, ainda que a empresa “recuse integrar esses profissionais, remetendo para as conclusões do PREVPAP”.

"A carta que hoje foi enviada ao Governo corrobora as denúncias de uma atuação ilegal e inaceitável da RTP", consideram os deputados no requerimento apresentado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.