De acordo com o regulamento publicado no sítio de internet da VianaFestas, entidade que organiza a romaria da capital do Alto Minho, o prazo para a entrega de trabalhos termina a 30 de abril.

Este ano a organização apontou a beleza da mulher de Viana e o do traje como temas principais das propostas dos concorrentes. Em edições anteriores, o concurso incluía o "espírito" da festa datada da primeira década do século XX, "a alegria e a vida" que caracterizam a romaria e a imagem da capela da Senhora d'Agonia, a santa padroeira dos pescadores.

De acordo com o regulamento "o concurso vai selecionar um cartaz original que divulgue a romaria Senhora d' Agonia a nível nacional e internacional".

O regulamento do concurso prevê que os concorrentes, nacionais e estrangeiros, possam participar individualmente ou em equipas, com duas propostas "inéditas e originais da autoria do candidato", que se destinam apenas para as festas.

O regulamento define ainda que "as propostas de cartaz pertencem à VianaFestas até à publicação das mesmas na exposição dedicada ao efeito", pelo que os autores não podem, até essa data, divulgá-los através de qualquer meio".

Nos critérios de avaliação, o júri, que este ano, passou a integrar a Associação dos Grupos Folclóricos Alto-Minho e da Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal, num total de nove elementos, vai premiar a "adequação, a eficácia da mensagem ao tema do concurso, a originalidade e criatividade, a qualidade técnica e estética".

O vencedor receberá "um prémio de 500 euros e terá a sua criação espalhada pelo mundo para apresentar a maior romaria portuguesa".

Em 2017, e de acordo com dados fornecidos pela organização, o concurso registou 82 propostas nacionais e internacionais. Em 2016, e pela primeira vez, venceu uma proposta internacional, oriunda do Brasil.

Desde 2010 que o cartaz oficial da romaria d' Agonia é escolhido através de concurso.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.